Rede de Observatórios de Segurança

Conheça locais de acolhimento para mulheres vítimas de violência

event 11 de março de 2022

Por Ana Paula de Carvalho*

Para além da divulgação desses dados e da conscientização do problema, é fundamental divulgar
locais onde mulheres vítimas de violência podem buscar ajuda. As vítimas precisam de ambientes seguros e que proporcionem acolhimento para elas e, muitas vezes, para os filhos também.
Existem muitos coletivos, redes e grupos de mulheres que realizam um trabalho de orientação e encaminhamento para órgãos do estado, onde mulheres podem ser assistidas de maneira
multidisciplinar – a vítima que corre risco iminente de vida pode ser direcionada a abrigos que
têm endereços sigilosos.

O importante é que as mulheres tenham consciência de que não estão sozinhas. É possível
quebrar o ciclo da violência com o apoio das redes de acolhimento. Listamos alguns endereços
de locais para onde as mulheres são encaminhadas e que oferecem diferentes tipos de atendimentos com amparo psicossocial e jurídico. São instituições na Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio
de Janeiro e São Paulo.

BAHIA

COORDENADORIA ESTADUAL DAS
MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA
DOMÉSTICA E FAMILIAR
Sobre: Ação do Tribunal de Justiça da Bahia onde
é desenvolvido um trabalho em redes, de maneira
presencial. As vítimas são orientadas e, a partir disso,
encaminhadas para órgãos especializados.
Como pedir ajuda lá:
Funciona das 8h às 18h.
Telefone: (71) 3372-1895
E-mail: coordenadoriamulher@tjba.jus.br
Rede social/Site: http://coordenadoriadamulher.tjba.
jus.br/
Endereço: 5ª Avenida do CAB, nº 560, 3º andar, sala 303

CENTRO DE ATENDIMENTO A MULHER
SOTEROPOLITANA IRMÃ DULCE
Sobre: Agrega as funções de centro de referência e casa
de acolhimento de curta duração, com suporte jurídico
e psicossocial a mulheres vítimas de violência. O Centro
também oferece serviço de acolhimento a vítimas que
não estão em situação de risco.
Como pedir ajuda lá:
É preciso fazer agendamento pelo telefone. Os
acolhimentos ocorrem de segunda a sexta-feira, das 9h
às 16h.
Telefone: (71) 3611-6581
Endereço: Rua Léllis Piedade, número 63 – Ribeira,
Salvador – BA

NÚCLEO DE DEFESA DA MULHER DA
DEFENSORIA PÚBLICA (NUDEM)
Sobre: Oferece atendimento em situações emergenciais
de médio e longo prazo, para fornecer às mulheres
o reconhecimento dos seus direitos a uma vida sem
violência.
Como pedir ajuda lá: As vítimas podem procurar a sede da
Defensoria Pública. O atendimento é feito das 8h às 16h.
Telefone: (71) 3324-1587
E-mail: nudem@defensoria.ba.def.br
Rede social/Site: https://www.defensoria.ba.def.br/
area-de-atuacao/defesa-da-mulher/
Endereço: 3º andar do Edifício Multicab Empresarial, na
Rua Arquimedes Gonçalves, Jardim Baiano, 482

CENTRO DE REFERÊNCIA DE ATENDIMENTO
À MULHER (CRAM)
Sobre: Oferece acompanhamento multidisciplinar com
orientação jurídica a vítimas de violência doméstica.
Como pedir ajuda lá: O atendimento é feito das 8h às 17h.
Telefone: (71) 3235-4268
E-mail: cramlv@salvador.ba.gov.br
Endereço: Praça Almirante Coelho Neto, nº 1, Barris.
Para cidades do interior, acesse a lista e veja onde o
serviço atende.

PRIMEIRA PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE
DIREITOS HUMANOS (ANTIGO GEDEM)
Sobre: Ação do Ministério Público do Estado da Bahia
(MP-BA), que atua no atendimento e proteção do direito
da mulher, além da repressão de crimes de violência,
com base na Lei Maria da Penha.
Como pedir ajuda lá: O horário de funcionamento é
das 8h às 18h. Para mulheres que moram em cidades do
interior da Bahia, é preciso procurar a Promotoria de
Justiça local.
Telefone: (71) 3321-1949
E-mail: 1pjusticadireitoshumanos@mpba.mp.br
Endereço: Jardim Baiano, que fica na Rua Arquimedes
Gonçalves, nº 142

CEARÁ

CASA DA MULHER BRASILEIRA
Sobre: Equipamento que atua com rede de proteção
e atendimento humanizado às mulheres que foram
vítimas de violência. A Casa oferta cursos de capacitação
profissional dentro da Promoção da Autonomia
Econômica, oferece alternativas de abrigamento
temporário e espaço infantil para as crianças que
estejam acompanhando as mães em atendimento.
Como pedir ajuda lá: A vítima passa por acolhimento
e triagem e atendimento psicossocial para, em seguida,
ser encaminhada aos órgãos ou serviços disponíveis.
Atendimento 24h.
Telefone: (85) 3108-2998 / 3108-2999 3108-2994
(administração)
E-mail: casadamulherbrasileira@gabgov.ce.gov.br
Endereço: Rua: Teles de Sousa, s/n – Couto Fernandes
– Fortaleza-CE

INSTITUTO MARIA DA PENHA
Sobre: Coletivo de apoio social, jurídico e psicológico,
formado por pessoas voluntárias, que prestam apoio a
mulheres vítimas de violência doméstica.
Como pedir ajuda lá: O acompanhamento é realizado por
telefone e/ou de maneira virtual através do Instagram
do Instituto. A pessoa em situação de violência deve
entrar pelo Instagram ou pelo Whatsapp (81) 98839-6700.
Atendimento de segunda a sexta de 8h às 17h.
Telefone: (85) 4102-5429
E-mail: Não encontrado
Rede social/Site: @aspenhasoficial

CENTRO DE REFERÊNCIA DA MULHER
FRANCISCA CLOTILDE (CRM)
Sobre: Equipamento que acompanha e encaminha
mulheres para os serviços da Rede de Atendimento, além de
oferecer acolhimento.
Como pedir ajuda lá: Funciona de segunda a sextafeira, das 8h às 20h. Nos casos de mulheres em risco
iminente de morte, o Centro faz o encaminhamento para
a Casa Abrigo Municipal Margarida Alves, com endereço
sigiloso.
Telefone: (85) 3108-2965
E-mail: crmulherfranciscaclotilde@yahoo.com.br
Endereço: Rua Teles de Sousa, s/n – Couto Fernandes
(Casa da Mulher Brasileira)

PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE COMBATE A
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A
MULHER DE FORTALEZA
Sobre: Vela pela proteção e defesa dos interesses e
direitos da mulher e propõe medidas protetivas de
urgência, bem como a revisão das medidas concedidas;
Como pedir ajuda lá: O acesso se dá por meio do
comparecimento e o atendimento não depende
de encaminhamento de outro serviço. Horário de
Funcionamento: de segunda a sexta, das 08:00 às 16:00.
Telefone: (85) 3108-2940 / 3108-2941
E-mail: promotoriadamulherfortaleza@mpce.mp.br
Endereço: Teles de Sousa, s/n – Couto Fernandes (Casa
da Mulher Brasileira) Cep: 60442-060 – Fortaleza-CE

PERNAMBUCO

CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO À
MULHER CLARICE LISPECTOR
Sobre: O Centro, formado por uma equipe de psicólogas,
assistentes sociais, advogadas e educadoras sociais,
acolhe mulheres em situação de violência doméstica.
Como pedir ajuda lá: Todo o atendimento é gratuito e
funciona de domingo a domingo, das 7h às 19h. O Clarice
conta ainda com um disk orientação, o Liga, Mulher, que
funciona de domingo a domingo, das 7h às 19h.
Telefone: (81) 3355.3008 | (81) 3355.3009 | (81) 3355.3010
| Liga, Mulher: 0800 281 0107 | WhatsApp: (81)
99488-6138.
E-mail: crclaricelispector14@gmail.com
Endereço: Rua Doutor Silva Ferreira, 122, Santo Amaro

CENTRO DE REFERÊNCIA A MULHER
MARISTELA JUST
Sobre: Espaço destinado a prestar acolhimento,
proporcionando atendimento psicológico, social,
orientação e encaminhamentos jurídicos.
Como pedir ajuda lá: As mulheres que procurarem o
serviço deverão estar de posse da sua documentação
pessoal (RG, CPF e comprovante de residência). De
segunda a sexta feira de 08h às 17h.
Telefone: Telefones: (81) 3468-2485 (81)99464-6253
E-mail: crm.maristelajust@gmail.com
Endereço: R. Paralela São João, 64 – Prazeres, Jaboatão
dos Guararapes – PE

CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO À
MULHER AQUALTUNE
Sobre: Espaço destinado a prestar acolhimento,
proporcionando atendimento psicológico, social,
orientação e encaminhamentos jurídicos.
Como pedir ajuda lá: O acolhimento acontece de
segunda a sexta, com atendimento jurídico e psicossocial
das 08h às 16h.
Telefone: (81) 9 9912-0337
E-mail: secmulherpaulistape@gmail.com
Endereço: Praça Agamenon Magalhães – S/N – Centro
(prédio da Prefeitura)

CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO
À MULHER EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA
DOMÉSTICA E SEXISTA DONA AMARINA
Sobre: Espaço destinado a prestar acolhimento a vítimas
de violência doméstica.
Como pedir ajuda lá: Horário de Funcionamento: 8h às
14h de segunda a quinta, e sexta de 8h às 15h.
Telefone: (81) 3551-2505
E-mail: crmdonaamarina.ipojuca@gmail.com
Endereço: Rua do Comércio, 222, Centro Ipojuca,
Pernambuco

CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO À
MULHER MARIA BONITA
Sobre: O serviço oferece atendimento e apoio a vítimas
de violência doméstica.
Como pedir ajuda lá: O Centro funciona de segunda a
sexta das 8h às 17h. Aos finais de semana e feriados, o
Centro funciona das 17h da tarde da sexta-feira até às 8h
da segunda-feira.
Telefone: (81) 3721-0499 / (081) 98384-4310
E-mail: crm.caruaru@hotmail.com
Rede social: Não encontrado
Endereço: Rua: Gouveia de Barros, nº 02 Maurício de
Nassau

RIO DE JANEIRO

CENTRO DE DEFESA DA VIDA IRMÃ HEDWIGES
ROSSI – CDVIDA
Sobre: Projeto pioneiro de prevenção e enfrentamento
à violência doméstica e familiar contra a mulher na
Baixada Fluminense.
Como pedir ajuda lá: O atendimento funciona de
segunda à sexta, das 10h às 16h
Telefone: 21 3774-3993 / 21 969372152
E-mail: cdvida_defesadavida@hotmail.com/ contato@
cdvida.org.br
Rede social: https://www.facebook.com/
CDVidacentrodefesadavida/ e @cdvida_defesadavida
Endereço: sigiloso

CIAM MARCIA LYRA
Sobre: Os Centros de Atendimento à Mulher oferecem
atendimento psicológico social e acompanhamento
jurídico às vítimas de violência física, moral, psicológica,
patrimonial e sexual. Além do CIAM Márcia Lyra, no
Centro do Rio, há centros em Queimados, Itaguaí, Japeri e
Nova Iguaçu, na Região Metropolitana, e nos municípios
de Natividade e Miguel Pereira.
Como pedir ajuda lá: Funciona de 2ª a 6ª feira, das 10h
às 17h.
Telefone: (21) 2332-7200
E-mail: ciam@cedim.rj.gov.br
Rede social:
Endereço: R. Regente Feijó, 15 – Centro, Rio de Janeiro – RJ
ELAS VIVEM:
Dados da violência contra mulheres 28

CIAM BAIXADA
Sobre: O CIAM Baixada faz o acolhimento de mulheres
em situação de violência.
Como pedir ajuda lá: O horário de funcionamento é de
segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.
Telefone: 21 3773 3287 / 2698 6008
E-mail: ciambaixada@yahoo.com.br
Rede social:
Endereço: Rua Terezinha Pinto 297 – 2° andar – Centro,
Nova Iguaçu/RJ

CENTRO ESPECIALIZADO DE ATENDIMENTO À
MULHER IDACILDE DO PRADO LAMEU
Sobre: Oferece atendimento psicológico social e
acompanhamento jurídico às vítimas de violência física,
moral, psicológica, patrimonial e sexual.
Como pedir ajuda lá: Atendimento presencial, das 8h às 17h.
Telefone: 021 2773-1896
Endereço: Alameda Rui Barbosa, s/n, quadra 17, lote 08.
Jardim Primavera – Duque de Caxias

CENTRO DE REFERÊNCIA DE
ATENDIMENTO À MULHER
Sobre: Organização que presta apoio gratuitamente a
mulheres em situação de violência.
Como pedir ajuda lá: De segunda a sexta, de 8h às 17h.
Telefone: 2761-6604 / 2761-6700
Endereço: Avenida Joaquim da Costa Lima, número
2490, Santo Amelia – Belford Roxo

SÃO PAULO

CENTRO REFERÊNCIA DA MULHER –
CRM 25 DE MARÇO
Sobre: Oferece às mulheres em situação de violência
atendimento psicológico, social e jurídico.
Como pedir ajuda lá: O Centro atende mulheres maiores
de 18 anos, em situação de violência doméstica e oferece
atendimento social e jurídico. O horário de atendimento
é das 8h às 17h horas, de segunda à sexta-feira (dias
úteis).
Telefone: (11) 31061100
E-mail: crm.centro25@gmail.com
Endereço: Rua Líbero Badaró, 137, 4º andar, Centro

CASA ELIANE DE GRAMMONT
Sobre: Atende a mulher em situação de violência dentro
de uma proposta multidisciplinar tendo em vista a
administração do cotidiano, e superação da situação de
violência.
Como pedir ajuda lá: A casa atende mulheres residentes
do Estado de São Paulo, oferecendo atendimento
psicossocial. É importante levar carteira de identidade
(RG). Atendimento das 8 às 17 horas, de segunda à sextafeira (dias úteis).
Telefone: (11) 55499339
E-mail: caseliane@yahoo.com.br
Endereço: Rua Dr. Bacelar, 20, Vila Clementino, CEP:
04026-000

CRM CASA BRASILÂNDIA
Sobre: A casa oferece psicoterapia individual, assistência
social, faz palestras e encaminha para assistência jurídica e
para proteção em abrigos.
Como pedir ajuda lá: Aberto de segunda a sexta-feira, das
8h às 17h.
Telefone: (11) 3983-4294 / 3984-9816
E-mail: casabrasilandia@ig.com.br
Endereço: Rua Silvio Bueno Peruche, 538 – Brasilândia

CRM MARIA DE LOURDES RODRIGUES
Sobre: O centro oferece às mulheres em situação de
violência atendimento psicológico, social e jurídico.
Como pedir ajuda lá: Aberto das 8h às 17 horas, de segunda
a sexta-feira (dias úteis).
Telefone: (11) 5524-4782
Endereço: Rua Luiz Fonseca Galvão, 145 – Capão Redondo

CASA DA MULHER BRASILEIRA
Sobre: Serviço de acolhimento e escuta por meio de uma
equipe multidisciplinar: Delegacia de Defesa da Mulher
(DDM), Ministério Público, Defensoria Pública e Tribunal de
Justiça.
Como pedir ajuda lá: Atendimento presencial ou por
telefone.Aberto todos os dias, 24 horas
Telefone: (11) 3275-8000
Endereço: R. Viêira Ravasco, 26 – Cambuci, São Paulo – SP,
01518-030

* Ana Paula de Carvalho é jornalista e comunicadora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.