Rede de Observatórios de Segurança

Rede de Observatórios de Segurança

Nev-SP: 30 anos investigando violência, segurança e direitos

O Observatório da Segurança de São Paulo é um projeto do Núcleo de Estudos da Violência da USP (NEV-USP), um dos núcleos da Pró-Reitoria de Pesquisa Universidade de São Paulo. Desde 1987, o NEV-USP desenvolve pesquisas e forma pesquisadores por meio de uma abordagem interdisciplinar na discussão de temas relacionados à violência, democracia e direitos humanos.

Ao longo de seus quase 30 anos de existência, o NEV-USP realizou  uma série de projetos de pesquisa e cursos de extensão. As pesquisas envolvem a complexa relação entre a persistência da violência e de violações dos direitos humanos em meio à consolidação democrática brasileira.

O NEV conta com a colaboração de pesquisadores com formação em diversas áreas do conhecimento (sociologia, psicologia, ciência política, direito, antropologia, estatística, história, saúde pública, etc.), além de apostar em uma gama variada de métodos de pesquisa, o que inclui análise documental, surveys, entrevistas e geo-referenciamento, entre outros.

O Núcleo de Estudos da Violência da USP também coordena o projeto Monitor da Violência. O projeto é realizado em parceria com o G1 e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Um de seus objetivos é contabilizar e acompanhar os dados de mortes violentas no país a cada mês, trazendo análises e eventuais reportagens sobre temas específicos da área de segurança pública.

A ferramenta que aponta os dados de cada estado foi lançada em março de 2018. Desde então, o Monitor faz atualizações frequentes para exibir os dados mais atualizados das mortes por crimes violentos no país. São contabilizadas as vítimas dos crimes violentos letais e intencionais, que incluem:

Homicídio doloso: quando o assassino tem a intenção de matar a vítima. É diferente do homicídio culposo, quando a morte não é intencional, ou seja, quando acontece por negligência, imprudência ou imperícia.

Latrocínio: é o roubo seguido de morte. Por exemplo, se uma pessoa é assaltada, leva um tiro e morre durante ou por conta do assalto.

Lesão corporal seguida de morte: quando uma pessoa tem a intenção de agredir a outra e, posteriormente, a vítima morre por conta dessa agressão. Segundo a lei, é o caso que acaba em morte, mas “as circunstâncias evidenciam que o agente não quis o resultado, nem assumiu o risco de produzi-lo”.

Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
Free Download WordPress Themes
udemy free download
download lenevo firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy paid course

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *