Rede de Observatórios de Segurança

Sete organizações, em sete estados, conectadas para monitorar e analisar dados sobre segurança pública e direitos humanos

Maranhão e Piauí serão monitorados pela Rede a partir do segundo semestre

A partir de agosto, Maranhão e Piauí passam a integrar a Rede de Observatórios da Segurança. Os estados se juntam a Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo na produção de dados cidadãos.

read_more leia mais

A polícia militar não pode servir como força auxiliar do caos

A História do Brasil pode ser contada como uma montanha-russa de instabilidades institucionais: após um golpe de Estado, segue-se um período de normalidade até vir uma nova crise política e assim por diante.

read_more leia mais

Rede registra um caso de violência a cada 33 minutos

Ações policiais, eventos com armas letais e violência contra mulher são os maiores registros da Rede de Observatórios da Segurança nos seus dois anos de existência nos estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo.

read_more leia mais

Rede de Observatórios registra cinco casos de feminicídio e violência contra mulher por dia

Rede de Observatórios da Segurança registra cinco casos por dia de feminicídio e violência contra mulher

read_more leia mais

Últimas do blog

A ditadura policial militar nas favelas já começou?

location_on
event 17 de maio de 2022

Por Silvia Ramos* O caveirão, temido blindado da polícia civil do Rio de Janeiro, entrou na favela do Jacarezinho, Zona Norte do Rio, na última quinta-feira, dia 11, com o objetivo de destruir a memória dos mortos na maior chacina policial do estado numa cena de truculência, ousadia e provocação. A polícia demoliu um memorial […]

Morte de policiais na Bahia também é consequência da falida guerra às drogas

location_on
event 14 de maio de 2022

Por Luciene Santana e Larissa Neves* No último final de semana, em 24 horas, quatro agentes da Polícia Militar da Bahia foram baleados em Salvador. Três deles morreram. Os policiais são colocados na ponta da Segurança Pública para resolver questões que não deveriam ser tratadas com armamentos e tiros, visto que são questões estruturais, é […]

Um ano da chacina do jacarezinho: Cláudio Castro usa favela como capital político

location_on
event 6 de maio de 2022

Por Pedro Paulo da Silva*  O dia 6 de maio de 2021 é central para entender como o Jacarezinho se tornou a ‘favela-foco’ no presente. Foi nesse dia que ocorreu a maior chacina policial realizada pelo Estado do Rio de Janeiro, com 28 pessoas mortas. A notoriedade nacional e internacional dada à chacina policial, tanto […]