Rede de Observatórios de Segurança

Rede de Observatórios de Segurança
Em 2015, a criação

Bahia: INNPD se dedica à justiça racial e econômica

Iniciativa Negra por uma Nova Política de Drogas inaugura atuação em pesquisa

Leia mais

25 anos de atuação
Fontenele

Ceará: LEV é referência em segurança pública

Laboratório monitora violências e colabora em projetos de políticas para o estado

Leia mais

35 anos em atividade
Eric Gomes

Gajop: participação popular no debate sobre segurança

Organização enfatiza a defesa de direitos de crianças e adolescentes

Leia mais

19 anos de pesquisa
Bruno Itan

CESeC: pesquisa, estudos e projetos em segurança e violência

Depois do Observatório da Intervenção, Centro articulou rede de monitoramento

Leia mais

30 anos de estudos
Daniel Arroyo

NEV-USP acompanha os dados de SP

Organização já registra homicídios através do projeto Monitor da Violência

Leia mais

Cinco organizações, em cinco estados,
conectadas para monitorar e analisar dados sobre
segurança pública e direitos humanos.

Destaques

Arquivo EBC

Mortes oficiais, uma tragédia fluminense

Análise do Observatório da Segurança – RJ sobre os dados oficiais de outubro de 2019 Os dados sobre segurança pública e criminalidade do Instituto de Segurança Pública (ISP), divulgados na segunda-feira, 25, não deixam dúvida: nunca as polícias do Estado do Rio de Janeiro mataram tanto. Em 2018, de janeiro a outubro, 1.310 pessoas morreram […]

Leia Mais

SP: União das periferias por políticas que promovam a vida

Em 1996, o Jardim Ângela foi apontado em um estudo da ONU como o bairro mais violento do mundo. No ano seguinte, a paróquia Santos Mártires e o Centro de Direitos Humanos e Educação Popular de Campo Limpo começaram a mobilizar a população local para uma caminhada em defesa da vida no dia de Finados.  […]

Leia Mais

Em SP, crime organizado e violência sexual e de gênero precisam de novas políticas

Por Julia Rezende Ribeiro e Bruno Paes Manso* Os resultados das políticas públicas de segurança em São Paulo não devem ser analisados apenas a partir dos grandes números apresentados pelo governo. Precisam também refletir as consequências que não aparecem nos gráficos e nas estatísticas, mas que são reais e revelam desafios importantes para as políticas […]

Leia Mais

Uma democracia crivada de balas

Se o assassinato é a forma mais extrema de violência, os discursos de ódio são a porta de entrada para o processo de desumanização das vítimas em potencial.

Leia Mais
Manifestação

Rio de Janeiro: articulação para produzir mudanças

Por Salvino Barbosa* A nova conjuntura do Rio de Janeiro, marcada pela ascendência do ultraconservadorismo, tem apresentado uma série de novos desafios para a sociedade civil organizada, em especial em relação à segurança pública. Se já vínhamos em uma crescente militarização do cotidiano, hoje esse discurso político alcançou o poder, no Rio de Janeiro e […]

Leia Mais